vá para conteúdo
Uma breve história sobre Bokashi e orquídeas

Uma breve história sobre Bokashi e orquídeas

As orquídeas têm nos fascinado por mais de 2500 anos. No passado foram utilizadas em poções afrodisíacas e curativas, além de servirem como decoração e ter grande papel nas mais variadas e antigas superstições. 

Hoje, a Orchidaceae é uma das maiores famílias botânicas com aproximadamente 25.000 espécies, representando 8% de todas as plantas com sementes.

É o dobro da quantidade de espécies de aves e quatro vezes a quantidade de espécies de mamíferos do planeta. Presente em quase todos os continentes, é nos países tropicais que elas se desenvolvem melhor e, em números de espécies registradas, se destacam a Colômbia (4.010), o Equador (3.549), a Nova Guiné (2.717) e o Brasil (2.590).

Diferente de qualquer outra família de plantas, as orquídeas são as únicas que despertam o interesse de colecionadores ao ponto de existirem diversas associações orquidófilas espalhadas mundo afora. Curiosamente, é uma planta quase de uso exclusivo ornamental com poucas exceções, como é o caso da Vanilla Planifolia, de onde se extrai a baunilha.

História do Bokashi

Das técnicas aos segredos de cultivo trazidos por imigrantes, entre eles os japoneses, veio também o conceito do Bokashi. Um poderoso adubo com mais de 500 ingredientes orgânicos que se mostrou muito eficaz no desenvolvimento das orquídeas, muito cultivadas na Ásia, e até hoje é unanimidade entre os principais cultivadores brasileiros como o melhor adubo para essa flor exótica. 

Apesar de parecer novidade, a aplicação periódica de matéria orgânica no solo é uma técnica milenar. Desde a antiguidade o ser humano associa terra fértil com um solo rico em matéria orgânica.

Mas com o desenvolvimento da agricultura moderna, muito dessa matéria acabou sendo substituída por materiais químicos acarretando em degradação, erosão e contaminação do solo.

E foi preciso tempo para as consequências dessa mudança virem à tona, seja em forma de doenças ou inúmeros problemas de saúde. Dessa forma, a introdução do Bokashi por aqui foi praticamente um resgate às tradições antigas um dia praticadas por nossos antepassados.

Entre tantas funções e vantagens desse adubo orgânico estão, o equilíbrio e nutrição do solo, prevenção e combate a diversos tipos de doenças ou pragas através de seus microrganismos vivos, além de melhorar o desenvolvimento das plantas, flores e frutos.

Hoje o Bokashi se tornou muito mais conhecido por sua eficiência e praticidade em praticamente qualquer tipo de cultivo, além da crescente preocupação com uma alimentação saudável e livre de fertilizantes, agrotóxicos e outros produtos químicos nocivos à nossa saúde.

A tradição do melhor adubo se juntou à família das flores mais apreciadas numa combinação tão harmoniosa que influenciou a agricultura brasileira para sempre.

Confira 3 formas de usar o Bokashi, sendo uma delas a ideal para as orquídeas, com a nossa parceira Carol Costa do canal Minhas Plantas.

Artigo anterior Guia de Cultivo Completo: Mini Abóbora
Próximo Artigo Afagar a terra

Deixe um comentário

Comentários serão aprovados antes da publicação

* Campos obrigatórios