vá para conteúdo
Sol
Squiggly
mudas de plantas

Como fazer mudas de plantas?

Quando você começar a se aventurar no mundo da jardinagem, vai perceber que esse estilo de vida é um caminho sem volta. Você vai querer transformar cada vez mais os ambientes da sua casa em espaços verdes e cheios de vida. Neste post, viemos te mostrar que fazer novas mudas é uma ótima alternativa para te ajudar no processo de trazer mais natureza para o seu lar. Mas afinal, o que são mudas?

Mudas são plantas jovens. É o nome popularmente conhecido para um dos primeiros estágios da vida de uma planta. 

mudas de plantas

Como fazer uma muda? 

Existem dois modos de fazer uma muda: a partir da germinação de sementes ou a partir da retirada de um pedaço de uma planta adulta. Os dois processos são bem simples. Mas, para facilitar a vida dos nossos jardineiros urbanos, separamos as melhores dicas e explicações para cada um. Queremos ver vocês enchendo suas casas de mudas por ai!

  • A partir de sementes: Se escolher o processo de sementes, você vai precisar germinar. Utilize uma sementeira para produzir as mudas ou realize o plantio diretamente no local definitivo.
  • Faça pequenos furos na terra (a profundidade ideal é sempre o dobro do tamanho da semente) e coloque de 2 a 3 sementes em cada um. Cubra as sementes com terra e deixe o solo úmido para que germinem. Se mais de uma semente germinar no mesmo local, faça a remoção ou o transplante daquela muda menos desenvolvida. 

    Nos primeiros dias de vida, as mudas são bem sensíveis. Então, considere deixar o vaso ou sementeira em um local sombreado e preste atenção redobrada na irrigação. O solo não pode estar seco nunca. 

    kit mudas Outra opção, são as cápsulas de germinação do nosso kit-mudas. Elas foram pensadas especialmente para quem quer começar a plantar ou já planta, mas quer praticidade. Para usar, basta derramar água quente sobre a cápsula, que vai crescer e se transformar no berço perfeito para germinação das suas sementes. 

    Quando a sua mudinha começar a se desenvolver e já tiver dois pares de folhas, basta levar a própria cápsula para o vaso definitivo, diminuindo as chances de erros com o manuseio da muda. Para ver um vídeo do processo, clique aqui. 

  • A partir de uma planta adulta: Para gerar uma muda a partir de uma planta adulta, existem duas formas que você pode fazer em casa, a estaquia e a divisão de touceiras. 
      • Estaquia: A estaquia gera uma cópia da planta-mãe, a partir do corte de um ramo. A dica é selecionar os ramos mais jovens. Selecione uma rama pequena (com dois ou três pares de folhas) que esteja saindo do caule principal da planta-mãe e faça um corte na base do talo. Coloque a rama em um recipiente com água. Quando você perceber que a rama está soltando raízes plante na terra e veja uma nova planta se desenvolver. Funciona muito bem com manjericão, hortelã, alecrim, orégano, ora pro nobis, suculentas, jiboia, peperômia, entre outras. 
      • Divisão de touceiras: Essa técnica consiste em dividir a planta-mãe em vários pedaços a partir das raízes (touceiras) para transformá-la em mudas. Se a planta estiver em vaso ou em canteiro, você precisará retirar ela da terra e ir separando raiz por raiz e para cortá-las. Por já possuírem raízes, nesse método, as novas mudas podem ser plantadas direto no local definitivo. É um ótimo processo para várias orquídeas, bananeira, agapanto, samambaias, entre outras. 

    Como plantar uma muda?

    Depois de ter aprendido como fazer as suas mudas, está na hora de aprender como plantá-las. Escolha o seu  vaso definitivo ou faça o transplante diretamente na terra. Momentos antes de começar a operação é interessante regar a sua mudinha para reduzir o estresse. Evite transplantar quando estiver muito calor, pois isso pode prejudicar sua muda. Os melhores horários para essa operação são bem cedinho ou no fim do dia. 

    1. Com uma pá de jardinagem, cave um buraco na terra com dimensões que comportem a muda e o torrão com suas raízes;
    2. Retire-a cuidadosamente do vaso/recipiente provisório e plante no local desejado;
    3. Complete com substrato rico em matéria orgânica, sem enterrar o caule;
    4. Faça uma leve pressão no entorno da muda, para facilitar o enraizamento;
    5. Faça uma rega depois do processo, isso vai ajudar a sua muda a se acostumar com o novo lar.
    6. Depois disso basta regar constantemente, para que sua muda cresça com saúde e se transforme em uma linda planta.

    Bom Cultivo!

    Se tiver dúvidas ou sugestões,  pode contar conosco!




     

    Artigo anterior O que é adubo?
    Próximo Artigo Dicas para melhorar a sua horta caseira

    Deixe um comentário

    Comentários serão aprovados antes da publicação

    * Campos obrigatórios