vá para conteúdo
Sol
Squiggly
Como cuidar da sua planta jiboia?

Como cuidar da sua planta jiboia?

Com folhas em formato de coração, essa planta vai fazer você se apaixonar. A jiboia (epipremmnum pinnatum) não é muito exigente. Por causa disso, a sua facilidade de cultivo conquistou muitos amantes de jardinagem. Além de ser considerada uma espécie bem resistente.

A jiboia tem uma capacidade incrível de se adaptar ao local em que ela estiver. Se cultivada em ambientes externos, ela se transforma em uma ótima opção de cerca viva, com folhas grandes de mais de um metro de largura e galhos que cobrem até 15 metros de distância. 

Dentro de casa, se for cultivada em vasos, a jiboia fica pequena, nem parece a mesma planta! É uma ótima espécie para ser cultivada suspensa, deixando suas folhas e caules pendentes, enfeitam qualquer cantinho! 

Plantio

Uma das grandes vantagens da jiboia é sua facilidade de propagação, sendo a estaquia o método mais prático. Veja aqui o passo a passo de como fazer mudas em casa.

Luminosidade 

O seu poder de adaptação se estende até a luminosidade! A jiboia pode ser cultivada em lugares com sombra, mas cresce melhor e mais rápido em ambientes com luz indireta. Mas em períodos de baixa temperatura, é preciso ficar de olho, esse tipo de planta não se dá muito bem. 

Irrigação

Além de calor, a jiboia também gosta de água. Então, em estações quentes e secas, como a primavera e o verão, você deve regar a sua planta de duas a três vezes por semana. Já no outono e no inverno, as regas frequência das regas diminuem para uma ou duas vezes.  

Uma dica que sempre funciona para saber se está no momento de regar ou não, é sentir a terra da planta com a pontinha do seu dedo. Assim ficará mais fácil determinar se está seca ou úmida. 

Adubação

Adube a planta a cada três meses com fertilizantes orgânicos, confira aqui a nossa linha de Nutrição Orgânica. 

Bom Cultivo!

Se tiver dúvidas ou sugestões,  pode contar conosco!

 

 

Artigo anterior O que são hortaliças?
Próximo Artigo Você sabe como regar suas plantas?

Deixe um comentário

Comentários serão aprovados antes da publicação

* Campos obrigatórios